Como abrir empresa de tecnologia da informação em 6 passos

Como abrir empresa de tecnologia da informação em 6 passos

Quer saber como abrir empresa de tecnologia da informação, mas não sabe por onde começar?

O processo é parecido com o de outros segmentos e envolve etapas como elaboração de contrato social, formalização na junta comercial e registro do CNPJ.

No entanto, é preciso ficar atento com os enquadramentos legais da empresa, pois o mercado de TI tem várias possibilidades — e uma escolha errada pode aumentar seus impostos e até gerar multas. 

Vamos explicar como abrir empresa de tecnologia da informação do jeito certo e com apoio de contadores experientes.

Leia com atenção e siga seu plano de empreender em TI

Como é abrir empresa de tecnologia da informação no Brasil

Entender como abrir uma empresa de tecnologia da informação no Brasil não é tão difícil, mas requer o apoio de um contador experiente.

Como em qualquer ramo de atuação, é preciso passar por vários trâmites burocráticos para formalizar a empresa e operar regularmente, além de conhecer o mercado e ter um bom plano de negócio.

Para começar, toda organização (com exceção do MEI) precisa de um contrato social: um documento que marca o nascimento do negócio e contém informações essenciais como os dados pessoais dos sócios, a atividade da empresa, endereço da sede e capital investido.

Esse contrato deve ser registrado na junta comercial ou cartórios de registro de pessoas jurídicas, para que seja possível obter seu CNPJ e demais licenças e alvarás necessários (quando aplicável). 

Felizmente, os processos que dependem do governo estão cada vez mais ágeis, graças à digitalização e integração dos sistemas.

Além disso, você pode acelerar ainda mais a abertura da empresa de tecnologia da informação com os serviços da contabilidade online.

Com apoio profissional, você também fica tranquilo em relação aos enquadramentos legais do negócio e evita problemas como erros no registro do tipo jurídico e má escolha do regime tributário.

Por que abrir empresa de tecnologia da informação

Muitos empreendedores querem saber como abrir empresa de tecnologia da informação e aproveitar um dos setores mais promissores do país. 

Em 2019, o mercado de TI cresceu 6,4% e movimentou mais de R$ 40 bilhões, segundo dados da IDC Brasil publicados em 2020 na CIO. 

Mesmo durante a pandemia da Covid-19, segmentos como cloud, segurança da informação, colaboração e virtualização de ambientes continuaram crescendo, devido à migração massiva das empresas para o home office. 

Para 2020, a expectativa é de que os setores menos afetados pela crise mantenham um crescimento entre 4,7% e 6,6%.

Já os segmentos mais impactados, como implantação de hardware, comercialização de equipamentos de rede e terceirização de endpoints, devem sofrer desaceleração neste ano.

De qualquer forma, abrir uma empresa de tecnologia da informação continua sendo uma excelente oportunidade para lucrar no pós-crise, já que o setor deve decolar com a transformação digital. 

Como abrir empresa de tecnologia da informação em 6 passos

Se você quer saber como abrir empresa de tecnologia da informação, podemos ajudar com os primeiros passos.

Entenda como começar seu negócio.

1. Tenha um bom plano de negócio

Toda empresa bem-sucedida começa com um bom plano de negócio, que traz todos os detalhes da operação.

Nesse documento, você deve planejar qual será o modelo de negócio da empresa, quais serão os produtos/serviços, quem é o público-alvo e como vão funcionar o operacional, financeiro e marketing, por exemplo.

Para isso, é fundamental conhecer muito bem o mercado e a solução oferecida, para começar um negócio que realmente se destaque e gere valor aos consumidores. 

2. Pesquise as tendências de TI

O mercado de tecnologia da informação é um dos mais dinâmicos, e você precisa estar por dentro das tendências para abrir seu negócio nessa área.

Afinal, tecnologias podem ficar obsoletas a qualquer momento e dar lugar a novas soluções — daí a importância de ficar de olho nas mudanças e analisar projeções. 

Por exemplo, ninguém esperava que uma pandemia fosse alavancar o segmento de cloud computing (computação na nuvem) e desacelerar a indústria de hardware.

Por isso, se você quer empreender em TI, esse é o momento de buscar pesquisas, relatórios e levantamentos para descobrir o que pode estar em alta no pós-crise. 

3. Busque um contador qualificado

Só o contador sabe como abrir empresa de tecnologia da informação da forma mais vantajosa e dentro da lei.

Por isso, você vai precisar de um profissional qualificado para orientar a parte burocrática e garantir que seu negócio comece do jeito certo.

Ele será responsável por elaborar o contrato social, determinar o melhor tipo societário e escolher o melhor regime tributário, além de auxiliar em todas as etapas da formalização e no planejamento da empresa.

4. Escolha a natureza jurídica ideal

Existem várias opções de natureza jurídica para abrir sua empresa de TI, que determinam os direitos e deveres dos sócios e outra questões legais.

As mais comuns são Empresário Individual (EI), Empresa Individual de Responsabilidade Limitada (EIRELI), Sociedade simples, Sociedade Anônima (S/A), Sociedade Empresária e Sociedade Limitada Unipessoal (SLU). 

A melhor escolha depende de fatores como o número de sócios, capital inicial e objetivos da sua empresa. 

5. Determine a atividade da empresa

A escolha da atividade da empresa é decisiva para determinar como seu negócio será classificado legalmente e tributado.

Ou seja: uma opção errada pode custar caro em impostos mais tarde, gerar multas e até inviabilizar as operações da empresa.

A atividade é definida por meio dos chamados códigos CNAE (Classificação Nacional de Atividades Econômicas), que indicam a categoria da sua empresa conforme o modelo de negócio e produto/serviço oferecido.

No caso da empresa de tecnologia da informação, existem vários códigos possíveis, tais como:

  • 62.01-5/01: desenvolvimento de programas de computador sob encomenda
  • 62.02-3/00: desenvolvimento e licenciamento de programas de computador customizáveis
  • 62.03-1/00: desenvolvimento e licenciamento de programas de computador não-customizáveis
  • 62.04-0/00: consultoria em tecnologia da informação
  • 62.09-1/00: suporte técnico, manutenção e outros serviços em tecnologia da informação
  • 63.11-9/00: Tratamento de dados, provedores de serviços de aplicação e serviços de hospedagem na internet.

Você pode escolher um código principal e adicionar outros como secundários, dependendo da atuação da empresa.

6. Defina o melhor regime tributário

Na hora de abrir empresa de tecnologia da informação, escolher o melhor regime tributário é um dos passos mais críticos, pois determina quanto você paga de imposto.

A atividade escolhida anteriormente define se o negócio poderá ser enquadrado no Simples Nacionalregime simplificado para pequenas empresas que unifica vários tributos em um e possui alíquotas competitivas — ou terá que optar pelo Lucro Real ou Lucro Presumido.

Por exemplo, se a empresa for classificada na atividade de suporte técnico e manutenção (CNAE 62.09-1/00), pode ser enquadrada no Anexo III do Simples Nacional e pagar alíquotas entre 6% e 33%.

Agora, se a atividade principal for desenvolvimento (CNAE 62.01-5/01, 62.02-3/00 ou 62.03-1/00)  ou consultoria (CNAE 62.04-0/00), a empresa poderá ser enquadrada no Anexo V, com alíquotas entre 15,5% e 30,5%.

Ainda é possível utilizar o Fator R — cálculo que determina a razão entre a folha de pagamento e a receita bruta — para definir se a empresa será enquadrada no Anexo III ou V. 

No caso, se o resultado for superior a 28%, a empresa é tributada pelo Anexo III (alíquotas mais baixas), e se for inferior a 28%, é tributada pelo Anexo V.

Como abrir empresa de tecnologia da informação com a Contabilix

Já imaginou ter como abrir empresa de tecnologia da informação gratuitamente, sem ter que pagar honorários contábeis?

Na Contabilix, você pode abrir empresa grátis e obter seu CNPJ em até 20 dias úteis pagando apenas as taxas do governo.

Tudo o que você precisa fazer é enviar os dados da empresa e aguardar o contrato social elaborado pela nossa equipe, com direito a orientação sobre natureza jurídica e regime tributário.

Depois, você ainda pode aproveitar os serviços ágeis da contabilidade online para facilitar a rotina do seu negócio.

Viu como abrir empresa de tecnologia da informação pode ser rápido e econômico?

Agora só depende de você seguir em frente com esse objetivo e se tornar empreendedor de TI.

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *